Dra. Érica Nogueira Coelho

por Revista Angel

Médica Neurologista especializada em Doenças Neuromusculares e Eletroneuromiografia, Érica Nogueira Coelho atua no mercado há quase dez anos. Graduada pela Faculdade Estadual de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP), realizou dois períodos de residência no Hospital de Base da cidade. “Em 2011, recebi o título de especialista em Neurologia e, dois anos depois, o de especialista em Neurofisiologia Clínica com atuação em Eletroneuromiografia. Atualmente estou em fase de conclusão do Mestrado em Ciências da Saúde”.

“Desde a infância tinha o sonho de ser médica e esse desejo só se firmou realmente durante o colegial. No início da faculdade, já nas aulas de neuroanatomia, percebi que tinha muito interesse pela Neurologia e, deste momento em diante, fui confirmando a preferência ao longo do curso. Dediquei-me à formação profissional e especialização e, no término, fui contratada como Professora e Médica Assistente do serviço de Doenças Neuromusculares e Eletroneuromiografia do Hospital de Base, responsável pelo Ambulatório de Neuropatias Periféricas, parte dos exames de eletroneuromiografia, pela coleta das biópsias de músculo e participo também da supervisão dos residentes em Neurologia e Neuromuscular e de alunos da graduação da FAMERP”.

“Atualmente, estou investindo em dois projetos principais. No final do ano passado comecei a atender pacientes de convênio e agora sou nova cooperada da Unimed Rio Preto. Também atendo no mezanino do Hospital de Base e, em breve, em um consultório junto com a Dra. Maria da Penha Ananias Morita, localizado no Georgina Business Park. Em paralelo, em parceria com o colega neurologista Gabriel Pina Paiva, estamos em processo de implantação do serviço de Eletroneuromiografia do SUS do município de Rio Preto, localizado no Hospital Dia”.

Além de toda a dedicação, Érica afirma que conta como grande diferencial a conciliação do atendimento especializado e ao mesmo tempo humanizado. “Atendo cada paciente como um ser humano completo e cheio de peculiaridades próprias e que necessita do meu conhecimento técnico para auxílio na resolução do seu problema. Hoje, para aquelas que desejam seguir a medicina como profissão, minhas principais dicas são: crer na sua capacidade, perseverança para alcançar seus objetivos, trabalho duro, empatia e, numa sociedade que impõe muitas barreiras para nós mulheres, sororidade”.

créditos
fotografia: deivid murad
cabelo e maquiagem: cLUBE DA ESCOVA

2 Comentários

CRISTIANE DE OLIVEIRA MARTINS 18 de junho de 2020 - 00:45

A REVISTA BINGOU AO ENTREVISTAR A DOUTORA ÉRICA, UMA PESSOA E PROFISSIONAL ÍMPAR.
FICO MUITO FELIZ EM VÊ-LA ASSIM. MUITO BOA MATÉRIA. ÉRICA SEMPRE FOI UMA DAS MELHORES ALUNAS DA NOSSA SALA, SE NÃO A MELHOR. SEMPRE FOI DEDICADA E MUITO DISCIPLINADA.
É LOUVÁVEL VÊ-LA ASSIM. EXCELENTE PESSOA,EXCELENTE PROFISSIONAL SEM DÚVIDAS.

Responder
Marina Araújo 2 de janeiro de 2021 - 20:43

Minha filha passou por uma consulta com a Dra Érica, fiquei maravilhada com o seu atendimento, humano e profissional, com certeza ganhou mais uma paciente.

Responder

O que achou? Participe. Deixe seu comentário.