Carla Daroz é executiva de Contas do Grupo Hot Beach e trabalha com Turismo Corporativo e Lazer há cerca de 18 anos. Com uma personalidade ímpar e cheia de histórias para contar, Carla começa nossa entrevista contando como foi atípica sua ingressão no mercado: “Essa foi uma situação bem louca e engraçada. Tenho uma irmã gêmea que cursou Turismo no Senac por 2 anos. Quando concluiu o curso, foi chamada para uma entrevista em uma agência de viagens, mas não quis ir. Como eu estava desempregada, me perguntou se gostaria de ir no lugar dela. Fui, consegui a vaga e estou nessa profissão até hoje. Ser gêmea tem algumas vantagens”, se diverte.

Sua estreia no mercado por si só também foi bem marcante. Após passar na entrevista, começou a trabalhar em 11 de Setembro de 2001, dia em que aconteceram os ataques às torres gêmeas, em Nova Iorque. “Foi uma loucura! Passageiros querendo cancelar voo, clientes que estavam nos Estados Unidos ligavam desesperados querendo voltar. Enfim, desde o primeiro dia pude perceber que viveria fortes emoções. Costumo dizer que o turismo é um teste para cardíacos”.

Formada em Administração de Empresas com ênfase em Marketing pela faculdade Unilago, em São José do Rio Preto, cidade escolhida a dedo por sua família há mais de 20 anos, Carla tem em seu currículo cursos sobre vendas, atendimento especializado ao cliente corporativo, programação neurolinguística e coaching. Todo o conhecimento adquirido contribuiu para que a executiva projete seu mercado de modo muito otimista:

“Vejo um crescimento muito bom no turismo corporativo. Hoje em dia, as empresas estão cada vez mais preocupadas com o bem-estar dos colaboradores. Fazem campanhas de incentivo, dão prêmios em viagens e unem as famílias dos colaboradores nas convenções em cidades turísticas.”

Apesar disso, entende que ainda existem barreiras a serem superadas “O desafio é quebrar o paradigma de empresas conservadoras. Aquelas que custam a entender que o equilíbrio emocional do seu colaborador é um fator fundamental para os resultados no trabalho. Porém, aos poucos estamos avançando”, afirma.
Dedicada à sua função, estabeleceu um método de trabalho muito efetivo e justo para todos os envolvidos. “Uso como base os 4 pilares fundamentais para o sucesso. Em qualquer negociação procuro fazer o que for bom para mim, para a minha empresa, para o cliente e para o consumidor final. Se esses 4 pilares estiverem equilibrados, não tem como dar errado”. Além da busca pelo primor em suas negociações, Carla é ambiciosa no que se trata sobre o futuro próximo do Grupo Hot Beach “Tenho muitos projetos para o futuro. Sou uma pessoa que não para de inventar e aprender coisas novas, mas a minha meta no momento é transformar o Grupo Hot Beach uma referência em Eventos Corporativos no Brasil ao unirmos lazer e corporativo no mesmo local”, destaca.

Intensa e com visão empreendedora desde cedo, Carla soube identificar oportunidades desde muito pequena e foram nos momentos de dificuldade em que ela deu a volta por cima de modo muito perspicaz: “Por um período, minha família passou por uma situação bem delicada e todo meu salário era destinado para ajudar em casa. Contudo, eu ainda precisava pagar a faculdade e ter dinheiro pra mim. Peguei várias coisas para vender, mas ainda precisava de algo que desse retorno rápido. Foi então que decidi pegar uma representação de produtos de sexy shop. Abri o jornal em um domingo procurando por acompanhantes, liguei e disse que representava uma linha de produtos muito bons de São Paulo e gostaria de agendar uma reunião com todas as meninas para demonstração. Nunca vendi tanto produto em tão pouco tempo. Toda venda era à vista e o consumo era absurdo! Paguei toda a faculdade e ainda sobrava dinheiro para investir em mim e ajudar minha família. Tenho muito orgulho de tudo que já conquistei até hoje, já passei por muitas dificuldades e aprendizados. Nunca me apertei e não tenho vergonha de fazer o que for preciso para me sustentar sem precisar ficar dependendo de ninguém”.
Exigente, extremamente simpática e ousada, Carla é uma profissional que não mede esforços para ajudar a empresa a crescer. “Sou focada, determinada, criativa e às vezes chata por pedir que as pessoas façam sempre além do que lhe é designado em sua função. Enfim, sou uma profissional que não me contento em ser mais uma no mercado. Se não for para voar, eu nem saio da sala de embarque”, se diverte.

Mesmo fora do trabalho, Carla gosta de viver de modo intenso. “Fiz até uma tatuagem nas minhas costas com a frase que uso para seguir meu caminho: ‘Se faz sentir, faz sentido’. Quando começamos a fazer as coisas que fazem sentido para si e não para agradar o outro, a vida se torna muito mais leve e feliz. Você faz tudo com muito mais amor, vontade, determinação e assim os resultados chegam naturalmente”. E, como expert do turismo, recordou uma das viagens mais interessantes que realizou nesses anos de trabalho: “Foi um cruzeiro pelo Rio Negro, na Amazônia. Levei um grupo e foi um passeio inesquecível! Caçamos jacaré à noite e pudemos segurar um nas mãos! Pescamos piranha, conhecemos a casa dos ribeirinhos… Foram experiências únicas e que me marcaram demais. Recomendo! Próximo destino que quero conhecer é Las Vegas, pois sou fascinada pela noite”, finaliza.

“Ouvir alguém dizer ‘valeu a pena’ é o que me motiva, me emociona, me realiza e mostra que estou no caminho certo.”

 

O que achou? Participe. Deixe seu comentário.