Criatividade e proatividade são as palavras de ordem para Bruno de Oliveira, fundador e CEO do Ecommerce na Prática, a maior escola EAD de Negócios com foco em empresas digitais do país, e autor do best-seller ‘Crie Seu Mercado no Mundo Digital’. “É a criatividade do empreendedor que o faz superar barreiras. É preciso ser mais positivo, olhar mais para as oportunidades. Não só nos momentos de crise, mas também na bonança. Acredito que a gente pode criar boas ideias todos os dias e, para isso, é preciso fazer o que tem que ser feito, ter consistência, persistência, resiliência, determinação, capacidade para atrair, motivar, liderar pessoas e sempre com proatividade”.

Com mais de 18 anos de experiência em Varejo e Comércio Digital, Bruno hoje é considerado um dos grandes especialistas em Ecommerce do Brasil e, por meio de seu livro, já ajudou mais de 14 mil brasileiros e brasileiras a saírem do zero e construírem negócios de sucesso na internet. “O mercado de Ecommerce foi sem dúvidas o que mais se destacou nessa crise. Estamos na fase de divulgação de balanços e todas as empresas que têm um Ecommerce convertente obtiveram resultados realmente incríveis. E isso foi causado por uma profunda mudança de comportamento do consumidor”.

“Este novo movimento de consumo que aconteceu durante o isolamento imposto pela pandemia do novo coronavírus foi um resultado de uma nova cultura que não tem mais volta. Obviamente, a grande diferença dessa crise para outras foi a necessidade – as limitações empurraram as pessoas que ainda precisavam consumir para as lojas online. O ponto positivo é que a estrutura comercial no meio digital estava preparada para atender a demanda e, provavelmente, a marca que não se atentar para essa possibilidade de venda vai ficar para trás”.

O executivo lembra que não existe fórmula para o sucesso e muito menos a melhor circunstância para se lançar no mercado. “Quem fica esperando o momento certo para empreender acaba não empreendendo nunca. E, em contrapartida, os donos de empresas já têm muitos desafios todos os dias e são muito carentes de educação, de conhecimento – e, obviamente, ele não consegue se especializar em tudo. Quando esse empresário se vê em meio a uma crise sem saber o que precisa fazer, nem como fazer, é muito mais difícil enxergar possibilidades. Em alguns casos, é muito difícil até em acreditar que aquilo pode ser uma oportunidade. Mas, independente de ter o conhecimento ou não, o empreendedor não pode se fazer de coitado. Tem que partir para cima, buscar o conhecimento e fazer acontecer”.

“Acredita-se que o movimento de retomada está bastante forte e que tende a se intensificar de uma forma mais acelerada do que nas últimas crises. Mas é preciso ser consciente de que essa crise passa e logo vem outra. Então é preciso agir agora, não tem porque esperar passar para conquistar seus sonhos e objetivos”.

O que achou? Participe. Deixe seu comentário.